.

11.1.09

Manifestação


Tangue de guerra tirada da Net, sem identidade do autor.


Nesta manhã de domingo o dia amanheceu claro, sem nuvens, e a
Avenida Paulista lotada de manifestantes em luta pela paz e contra tantas barbaridades que vem acontecendo no mundo, a manifestação fala da briga entre
irmãos Árabes e Judeus algo que não tem precedentes, no mundo atual onde a terra que foi escolhida como Santa seus administradores sentem-se no direito de exterminar o resto do mundo.
Sim por que é isto que pode acontecer se uma 3º guerra for declarada.
E o mundo todo já se sente no direito de lutar para evitar tamanhas barbaridades.
Crianças mortas, inocentes jogados nas ruas, feito gado,sem chance de sobreviver os dirigentes internacionais que tanto falam em direitos humanos onde estão? Continuaremos convivendo com tantas barbáries? Até quando? Será preciso um novo Cristo, voltar para agir contra o próprio homem já que ele não sabe como cuidar de si mesmo? Será mesmo preciso um Apocalipse? O mundo vai as ruas em luta pela paz,é todos os canais de comunicação, tentado chegar ao coração da insensatez.
Somos todos irmão Carne da própria carne de Deus. Ainda assim duro feito pedra, será realmente preciso sermos dissolvidos em pó ? A Terra assiná-la de todas as maneiras com alagamentos, Vulcões, aquecimento global Tsunames,
E mesmo assim ninguém enxerga, até quando a terra será tolerante com tamanho desrespeito a própria Vida.
Dora Dimolitsas

7 Comentários:

  • Ensinam as crianças a lutarem pela vida através de realizações concretas, mas não as ensinam a plantarem se quer uma flor. Essas crianças crescem e se voltam umas contra as outras numa batalha pelo concreto. Quando o concreto acaba o que fica claramente a constatação de que dentro do concreto nada existe.

    Por Blogger Arlete Bistocchi, às 1:38 AM  

  • .Jogos Mortais.

    Em algum lugar precisamos de um raio de luz
    contrapondo
    as sombras do futuro

    Uma esperança
    que não se deixe morrer por desencantos
    e uma fé
    que não a fé em si mesma

    Em algum lugar
    um menino inocente
    um frescor de infância
    que não respire bombas
    e uma felicidade
    que não se baste nas desgraças dos demais

    Em algum lugar
    precisamos de despertador-sensatez
    que avise o perigo dos jogos mortais
    e uma bondade
    cuja raiz não seja simplesmente face escondida

    ...Em algum lugar...
    uma beleza
    que siga sendo beleza

    Uma consciência pura
    que não oculte um crime apartado

    Um amor-universo
    que não fale com língua equívoca
    e uma liberdade
    que não se gaste na judiação

    Marília Becher Bahr-Vida em Gotas

    Por Anonymous Anônimo, às 2:13 AM  

  • "Não fotografe as bombas, fotografe os olhos das crianças na guerra e certamente verá em profundidade, um emocionante e doloroso pedido de ajuda"

    Por Blogger Arlete Bistocchi, às 5:40 PM  

  • Obrigada amigas Arlete e Marilia
    tem razão amiga,os olhos
    com certeza dirão o que realmente a alma estará implorando.
    Beijos da Dora
    Lindo Marilia. Obrigada

    Por Blogger Dora Dimolitsas, às 6:21 PM  

  • parabéns pelo post Dorinha,
    quisera estar aí numa grande passeata , com meus melhores pensasentimentos abraço-te
    pela PAZ sempre !
    tua virgínia

    Por Blogger virgínia além mar- peixe voador, às 12:56 AM  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger virgínia além mar- peixe voador, às 12:56 AM  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger virgínia além mar- peixe voador, às 12:58 AM  

Postar um comentário

<< Home