.

24.10.10

O que são essências florais




Selma Flávio
Atendimentos Terapêuticos, Consultoria & Facilitadora
site: www.selmaflavio.com.br
11 6627 4546


O que são essências florais

"A ação desses remédios florais eleva nossas vibrações e abre nossos canais para a recepção do nosso Eu espiritual; inunda nossa natureza com a virtude específica de que necessitamos e afasta de nós aquilo que está nos causando mal (...). Eles curam, não atacando a doença, mas inundando nosso corpo com as vibrações de nossa natureza superior, em cuja presença a doença se desvanece como neve ao sol." (Dr. Bach)

As essências florais são extratos líquidos sutis, geralmente ingeridos por via oral, usados para tratar profundas questões do bem-estar emocional, do desenvolvimento da alma e da saúde do corpo-mente. Problemas de saúde freqüentemente têm suas origens nas emoções; sentimentos que foram persistentemente reprimidos irão emergir primeiro, como conflitos mentais e, depois, como doença física.
Os Florais de Bach são essências de flores que contém vida, para tocar a nossa essência. Elas não são fitoterapia, nem remédios homeopáticos, nem aromaterapia. Com os florais acredita-se que se pode tratar de estresse, depressão, pânico, desespero, sentimentos de culpa, cansaço físico ou mental, solidão, tristeza, indecisão, sensibilidade excessiva, ciúmes, ódio, mágoas, todos os tipos de medos, ansiedades e preocupações etc. Também podemos administrar os florais para animais e plantas, com resultados animadores e, muitas vezes, surpreendentes. Embora as essências florais se assemelhem á outros medicamentos apresentados em frascos com conta-gotas, elas não agem devido à composição química do líquido e sim por causa das energias vitais provenientes da planta e contidas na matriz à base de água. Nenhum floral pode causar danos nem criar dependência. À medida que nos equilibramos internamente, podem ocorrer, conseqüentemente, curas físicas.

Quem foi Edward Bach
Edward Bach nasceu em Moseley, 1886. Bacharel em medicina, patologista e graduado em saúde pública, foi um grande médico cientista, pesquisador e homeopata. Ainda quando trabalhava nos laboratórios do Hospital Universitário, em Londres, teve uma hemorragia digestiva, depois de uma cirurgia deram 3 meses de vida. Percebendo então que tinha que mudar sua postura diante os seus pensamentos e seu modo de ser, começando um trabalho interno de transformação. Assumindo sua individualidade, o que ele sempre enfatiza para que cada pessoa descubra e cumpra com seu Individual, nunca imite ninguém e que o outro só nos sirva de luz.
Doutor Bach retirou-se e foi para sua casa de campo e lá fez as descobertas das essências florais. Com o contato com as flores descobriu que cada uma tinha uma vibração diferente e que elas ajudariam emocionalmente cada caso e assim começou seus estudos. Desencarnou aos 50 anos, em 27 de Novembro de 1936, apesar do câncer e para uma época que a faixa etária de vida era apenas de 40 a 45 anos. Foi o primeiro na compreensão do relacionamento das emoções com a saúde do corpo com a mente. Ele percebeu que para a saúde ser gerada era necessário estarmos bem emocionalmente. Segundo Bach a doença ocorre quando deixamos de perceber o que realmente queremos; que a doença é uma mensagem para mudarmos, tomarmos consciência de nossas emoções negativas e assim equilibrá-las. Isso conseguiria através da terapia floral indo de encontro a nós mesmo.

A síndrome do pânico
A sensação estranha chega do nada. Sensação de algo que nem se identifica e vem interagindo, tomando conta do corpo. Começa com um frio no estomago expandindo por todos os sentidos, as pernas somem. Você se pergunta: - E agora? Um vazio gelado tão grande na alma, sensação do nada se vendo sem proteção, sem chão, e agora, o que fazer? Não consegue nem pensar. Sente-se à beira de um precipício. A ponto de alguém ter que ir buscá-lo onde estiver ou com muito esforço caminha passo por passo. Como se cada um tivesse um quilometro, até chegar num ponto seguro. Senta e chora... Meu Deus, que sentimento é esse?
O medo é tão maior que a terra, o teto ficou baixo, falta de ar, aperto no peito, palpitação, suor, medo, morte! O que fazer com esse sentimento de ser um ponto no nada. O que poderiam fazer por mim, se todos estão ocupados demais? O que eu faria por mim? Essa seria a questão certa!
A síndrome do pânico está relacionada com o medo interior, esse que não temos coragem de encarar. Medos nas adjacências reais. Ver o que está de errado na sua vida. Sentimento de fraqueza, de pedido de Socorro e de ajuda. Pavor!
Olhe nos seus próprios olhos com o coração, sem medo de crítica, sem medo do julgamento, olhe com amor. Você irá descobrir que tem que algo para mudar e que só você tem a resposta.
A cura pode estar mais perto do que você imagina e poder sorrir novamente com a alegria com o coração mais leve e a ternura do amanhecer.

Cada pessoa tem seu temperamento a ser cuidado, mas especialmente temos a flor de Sweet Chestnut mostra a luz no fim do túnel, indicado para os momentos em que a angústia é tão grande que parece absolutamente insuportável. Quando a mente ou o corpo se sentem no limite de suas forças e nada mais podem fazer. Esse é apenas uma flor (uma essência floral) do buquê que pode mudar a sua vida.



Floral Gorse devolve a fé e a esperança, fazendo com volte a acreditar na Misericórdia Divina, mostrando que as dificuldades serão superadas.






www.selmaflavio.com.br - www.sistemasflorais.blogspot.com
Selma Flávio - Naturóloga especializada em Terapia Floral.
MSN selmaflavio@hotmail.com - Skype selmaflavio

1 Comentários:

  • SELMA QUERIDA, SEU TRABALHO É REALMENTE UM TRABALHO QUE PRECISA
    SER MUITO DIVULGADO, É UM LADO DA MEDICINA QUE SÓ TRAZ BENEFÍCIOS
    É UMA HONRA MOSTRAR SEU BELO TRABALHO.
    UM BEIJO AMIGA ABRAÇOS DORA

    Por Blogger Dora Dimolitsas, às 2:14 AM  

Postar um comentário

<< Home