.

10.10.07

Leila




Leila Um Ícone

Da Literatura

Suas obras são muitas

Seu corriculo é tão rico que teríamos várias páginas para conhecer melhor a nossa poeta maior.



Formação acadêmica/Titulação

2007

Doutorado em Letras (Ciência da Literatura).Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.Título: A TIPOLOGIA DOS POEMAS DRAMÁTICOS CAMONGO, DE GILBERTO MENDONÇA TELES, E CALABAR, DE LÊDO IVO, MAPEANDO O ÉPICO NA CONTEMPORANEIDADE, Orientador: Luiz Edmundo Bouças Coutinho .
Palavras-chave: Ciência Literária; Teoria Literária; Letras; Gêneros Literários/Taxinomia; Lêdo Ivo; Gilberto Mendonça Teles.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.

2004

Mestrado em Letras (Ciência da Literatura).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Repensando a questão taxinômica do poema dramático, através de Calabar , de Lêdo Ivo, Orientador: Luiz Edmundo Bouças Coutinho.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Letras; Literatura; teatro; dissertação de mestrado.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.

2004 - 2007

Mestrado em Letras (Ciência da Literatura).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: A Questão Taxinômica do Poema Dramático e sua aplicação na Construtura, Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Luiz Edmundo Bouças Coutinho.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Letras; dissertação de mestrado; Ciência Literária; Teoria Literária.


Carioca, 30 livros editados (poesia e prosa), obras publicadas na França, México, Colômbia, África, Estados Unidos e Portugal, teatróloga, roteirista de cinema e escritora de novelas de televisão, entre elas: “Kananga do Japão”, “Barriga de Aluguel” e “Mandacaru”. Elaborou verbetes para a “Enciclopédia de Literatura Brasileira” (MEC/OLAC) e também publicou: “Catálogo da Imprensa Alternativa”, 1986, pela RioArte/Prefeitª do RJ. Publicada na Revista Poesia Sempre nº 7 (Biblioteca Nacional/MEC), consta do Banco de Dados Informatizados do Banco Itaú - Módulo Literatura Brasileira, Setor Poesia (categoria: “Tendências Contemporâneas”) e dos “Cadernos Poesia Brasileira” - vol. 4, “Poesia Contemporânea”, editado pela mesma instituição, 1997. Seu livro reunindo sua obra quase completa, “Sangue Cenográfico” (Ed. Blocos, 1997) tem prefácios de Heloísa Buarque de Hollanda, Nélida Piñon, Gilberto Mendonça Teles, Ignácio de Loyolla Brandão. Sua obra é citada e analisada por escritores como: Affonso Romano de Sant’Anna (Ed. Vozes/1978), Glauco Mattoso (Ed. Brasiliense/1981), Jair Ferreira dos Santos (idem/1986), Assis Brasil (Ed. Imago/FBN/UMC, 1998). Co-edita com Urhacy Faustino Blocos Online. Desde 2005 ministra cursos de extensão de texto telenovelístico na UFRJ (Univ. Fed. do Rio de Janº).



Visite nossos sites culturais:
Blocos - http://www.blocosonline.com.br
Leila Miccolis: http://www.blocosonline.com.br/sites_pessoais/sites/lm/index.htm
Urhacy Faustino: http://www.blocosonline.com.br/sites_pessoais/sites/urha/dedic/dedic.html


Leila: É co-responsável, junto com Urhacy Faustino, do portal Blocos online. Um Portal de literatura e cultura

Com Média de acessos diários do portal,

Pela Estatística do Terra 7.661.

Leila Vai nos contar sobre sua brilhante idéia de:
criar um portal para abrigar poetas. E todo aquele que Deseja criar cultura.


Conte- nos sobre esta criação

Leila: Desde que deixei de advogar para abraçar outra causa, "a literária", que me preocupo com a falta de união e, porque não dizer, com a falta de "espírito de classe" dos escritores. De um modo sutil, através de Blocos, tento conscientizar - principalmente os poetas - de que é necessário fortalecer laços de fraternidade, de união e de respeito, mostrando que há lugar para a coexistência pacífica entre todos os tipos de tendências. Essa pluralidade de falas enriquece a nossa poesia, e devemos respeitar todos os tipos de manifestações literárias. Escrever é apenas a "ponta do iceberg", conforme já afirmou Lacan. Nosso intuito, em Blocos, não é apenas divulgar textos literários, mas informar sobre concursos, eventos, peças de teatro, direitos autorais, enfim, prestar também serviços aos escritores, muitas vezes orientando por e-mail pesquisas estudantis ou indicando obras e links relacionados a temas literários mais específicos. Blocos quer preservar a memória literária brasileira, e, neste sentido, o portal ultrapassa o âmbito da literariedade.
Pegunta:Como mantém o portal ?Com quase 50.000 páginas já, online...

Leila: Nos 10 primeiros anos mantivemos o portal, eu e Urhacy, por conta própria, com nosso incerto rendimento de escritores. Há um ano que temos patrocínio que minimiza nossos custos; mas, se ele faltar, continuaremos a manter Blocos às nossas expensas, mesmo sendo altíssimos os gastos. O fato é que nossos projetos culturais retro-alimentam outros, não esperamos de braços cruzados por apoio cultural (ou o portal não teria 11 anos). Quando conseguimos, ótimo, é uma grande bênção; quando ele nos falta, batalhamos saídas. Cito como exemplo de duas soluções alternativas, a publicação da Antologia Saciedade dos Poetas Vivos Digital, incluindo convidados especiais, nomes consagrados de nossa poesia contemporânea, e 17 autores, em cada volume, com instigantes propostas estéticas; e também a criação do Clube Blocos, através do qual sorteamos brindes de entradas de teatro e livros semanalmente (futuramente pretendemos sortear, inclusive, um livro digital de poesia).

Pergunta Blocos é considerado um dos Portais mais importantes do mundo pela UNESCO United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization.
Você usa selos no Portal podemos conhecer a função dos selos:

Leila: Os selos "Eu apóio a literatura" são um dos brindes do Clube Blocos para aqueles escritores que valorizam o espaço, reconhecem nossos esforços e, solidariamente, contribuem para manter o portal no ar. São selos exclusivos de Blocos Online, feitos com imagens de pinturas de Urhacy Faustino.
Pegunta: você tem espaço para escritores, e apóia jovens poetas
Permitindo o crescimento e aperfeiçoamento de poetas que viram em
Seu portal um ponto de referencia cultural
Como se sente apoiando tantos poetas que tem tanto carinho por você?
Leila: Fiz isso minha vida toda, e me sinto em paz, com minha consciência tranqüila, doando mais de 10 horas diariamente em benefício de outros escritores. É um trabalho de resistência, ideológico, porque não creio em um país melhor, sem leitura, cultura, postura crítica e desenvolvimento da criatividade. Porém, lógico, é prazeroso também, leio muito e estou sempre conhecendo novos autores, o que faz com que eu me recicle permanentemente.

Pergunta: Como surgiu a Idéia Da Saciedade dos poetas vivos.E-book que reunião grandes nomes da literatura brasileira.

Leila: Saciedade dos Poetas Vivos foi uma coleção impressa de 13 volumes, publicada por nossa Editora (atualmente as atividades gráfico-editoriais estão paralisadas). Ficou muito famosa e fez história. Resolvi, no ano passado, em 2006, revivê-la pela Internet, porque a mídia eletrônica tem recursos de divulgação muito mais amplos - milhares, milhões de pessoas têm acesso à leitura no mundo todo, enquanto, em livro convencional, tínhamos uma tiragem de apenas 1.000 exemplares. Não quero dizer com isso que as edições on line substituem ou substituirão o livro; cada uma delas é um tipo diferente de mídia (nada se compara ao papel), e ambas podem se complementar e se ajudar mutuamente.
Pegunta: Você já foi entrevistada por tantas pessoas,com isto você considera-se uma pessoa realizada?

Leila: Para mim, realização precisa ser plena, para além do individual; então, totalmente realizada como pessoa só me sentirei quando a profissão de escritor for legalizada no Brasil, quando o país erradicar o analfabetismo, e quando houver mais incentivo à leitura - principalmente de poesia.

AS MELHORES ENTREVISTAS DE LEILA MÍCCOLIS

NA WEB
a Eduardo Oliveira Freire (Blog pessoal)

a Francisco Malta, para Cenas Cotidianas

a Francisco Malta, para o Campus Virtual da Universidade

Estácio de Sá novo

a Helena de Souza Freitas, para O Literário Online

a Helena Monteiro (Portugal), para Refúgio de Poesia - site Virtualidades Teais (Poesia e entrevista)

a Kelly Cristine Ribeiro, da Casa de Arabella

a Felipe Chusyd, para Fedra

a Jiddu Saldanha, para La Estrada

a Linaldo Guedes, para o Correio das Artes

a Luiz Alberto Machado, para Guia da Poesia

a Marcia Leite, para Deleite´s - APPERJ

a Márcia Sanchez Luz
a Ulisses Tavares
a Vânia Moreira Diniz, para Jornal'Ecos
Trabalhos da Leila

Para televisão:

1983: "PAIS PROBLEMAS" (seriado "Caso Verdade", sobre insiminação artificial), autora, canal 4, TV Globo, RJ. Elenco: Sandra Barsotti, Nívia Maria, Cláudio Cavalcante e Otávio Augusto. Direção: Henrique Martins.

1987:
"MANIA DE QUERER" (novela), colaboração com Silvan Paezzo, canal 6, TV Manchete, RJ (período: do capítulo 115 ao final - de janeiro a março). Elenco: Nívia Maria, Cláudio Augusto Strazzer, Aracy Balabanian, Lélia Abramo, John Herbert, Marcelo Picchi, Júlia Lemertz, Thaís de Campos, Roberto Bataglin, Nina de Pádua, Renato Borghi, Signorelli, Sílvia Salgado, Castro Gonzaga, Maria Helena Dias, Nicole Puzzi, Joffre Soares e Graziela De Laurenti. Direção: Walter Campos e Luiz Antonio Piá.

• "RAINHA DA VIDA" (mini-série), com Marina Cicogna, canal 6, TV Manchete, RJ (período: de l6/11 a 4/12). Elenco: Florinda Bolkan, Raimundo Fagner, Nuno Leal Maia, Débora Duarte, Jorge Dória, Marilu Bueno, André Felipe, Angela Leal, Tony Ferreira, Odilon Wagner, Celso Farias, Claudio Gaia, Patrícia Gemanyel, Tania Scherr. Diretor Assistente: Hélio D'Andrea. Diretor Geral: Walter Campos.

1988:
• "OLHO POR OLHO" (novela), de Wilson Aguiar Filho, com Geraldo Carneiro e José Lozeiro, canal 6, TV Manchete, RJ (a partir do capítulo 56, período: de out. a dez./88). Elenco: Mário Gomes, Renée de Vielmond, Flávio Galvão, Beth Goulart, Herson Capri, Georgia Gomide, Caíque Ferreira, Sonia Clara, Daniel Dantas, Jonas Bloch, Luciana Braga, Nildo Parente, Fátima Ferreira, Analu Prestes, Antonio Pitanga, Angela Vieira, Roberto Frota, Monah Delacy, Felipe Wagner, Isis Gjelman, Mariana de Moraes, Nehemias Demutcha, Eri Johnson, Cláudia Celeste. Participações Especiais: Jece Valadão, Henrique Martins, Antonio Grassi, Alexandre Frota, Maria Padilha,José Dumont, Sérgio Viotti. Co-diretor: Marcos Schechetman e Tania Lamarca. Diretor Geral: Ary Coslov.

• "KANANGA DO JAPÃO" (novela), de Wilson Aguiar Filho, co-autora, canal 6, TV Manchete, (novela que obteve o Troféu Casal 20, em 1990, conferido pelo Clube Sírio Libanês), RJ (período: de julho/89 a fevereiro/90). Elenco: Christiane Torloni, Raul Gazola, Giuseppe Oristâneo, Eliane Cristina, Carlos Eduardo Dolabella, Lúcia Alves, Ewerton de Castro, Paulo Castelli, Júlia Lemertz, Rui Rezende, Chico Dias, Riva Nimitz, Caíque Ferreira, Tamara Taxman, Buza Ferraz, Tarcísio Filho, Sebastião Lemos, Yara Lins, Solange Couto, Ernesto Piccolo, Antonio Pitanga, Haroldo Costa, Karen Acioly, Elisa Lucinda, Maurício do Valle, Maria Alves, Paulo Barbosa, Sandro Solviat, Vicente Barcelos, Ricardo Blat, Ana Beatriz nogueira, Cristina Oliveira, Via Negromonte, Letícia Vota, Rosa Maria Murtinho, Rubens Corrêa, Nelson Xavier, Zezé Mota, Edwin Luisi, Carlos Alberto, Sérgio Viotti, Cláudio Marzo, Tônia Carrero. Co-direção: Tizuka Yamasaki, Carlos Magalhães e Wilson Solon. Direção Geral: Tizuka Yamasaki.

1990:
• "BARRIGA DE ALUGUEL" (novela), com Glória Perez, co-autora, canal 4, TV Globo, RJ (período: de 20/08/90 a 31/05/91). Elenco: Cláudia Abreu, Cássia Kiss, Adriano Reys, Leonardo Villar, Denise Fraga, Nicole Puzzi, Vera Holtz, Lady Francisco, Lúcia Alves, Sura Berditchevsky, Carla Daniel, Humberto Martins, Paulo César Grande, Eri Jonhson,Emiliano Queiroz, Sonia Guedes, Regina Restelli, Tácito Rocha, Caio Junqueira, Anilza Leoni, Vânia de Brito, Victor Fasano, Jairo Mattos, Tereza Seiblitz, Vanessa Barun, Marcelo Saback, Renato Rabelo, Cynthia Maranhão, Daniela Perez, Mariana Ebert, Mário Lago, Beatriz Segall, Renée de Vielmond. Direção: Wolf Maya, Ignácio Coqueiro e Sílvio de Francisco. Direção Geral: Wolf Maya.

1994 a 1995:
• "74.5 - UMA ONDA NO AR" (argumento de Domingos de Oliveira, escrita por Eloy Araujo, Rose Calza, Maria Cláudia de Oliveira e Chico de Assis). Reformatação para TV portuguesa, versão internacional em 100 capítulos. RJ. (Período: de 26/11/94 a 31/01/95). Elenco: Letícia Sabatella, Raul Gazola, Ângelo Antonio, Daniel Dantas, Stela Freitas, Tamara Taxman, Marcelo Picci, Regina Restelli, Hélio Ary, Roberto Frota, Marcelo Saback, Divana Brandão, Juliana Teixeira, Luigi Baricelli, Vanessa Barum, Murilo Rosa, Karina Barum, Daniel Lobo, Ana Cecília, Isis de Oliveira, Jerry Adriani, Ester Goes, Ítala Nandi, Gracindo Júnior, Cécil Thiré, Antônio Calloni, Benvindo Siqueira, André Valli. Direção: Lucas Bueno. Direção geral: Cécil Thirée e José Carlos Pieri.

1997 a 1998:
• "MANDACARU" (novela), de Carlos Alberto Ratton, com Zeno Wilde, Yoya Wursh, Clóvis Levy, autora-roteirista, canal 6, TV Manchete, RJ (a partir do capítulo 117, período: de 01/12/97, março/1998). Elenco: Victor Wagner, Carla Regina, Murilo Rosa, Jandir Ferrari, Guilherme Piva, Jayme Periard, Bemvindo Sequeira, Andréa Avancini, Míriam Pires, Jonas Mello, Carlos Alberto, Ângela Leal, Ivan Setta, Marcélia Cartaxo, Oswaldo Loureiro, Sandra Pêra, Marília Pêra, Agildo Ribeiro, Teresa Sequeira, Tânia Alves, José Dumont, Ivan Setta, Antônio Grassi, Alexia Deschamps, Alexandra Marzo, Eliana Guttman, Amazyles de Almeida, André Mattos, Déo Garcês, Mano Mello, Camilo Beviláqua, Andréa Richa, Nina de Pádua, Carlos Thiré, Tião D’Avila, Nill Marcondes, Roney Villela, Kiko Nunnes, Renato Oliveira, Murilo Elbas, Evandro Leandro, Viviane Victorette, Wanderson Legrey, Kakau Balbino, Cátia Freitas, Fabiana Ramos, Eugênio Bretas, Edmundo Félix, Márcia Santos, Carla Martins, Altair Lima, Paula Melissa, Ana Prado, Esperança Mota, Sophie Bisilliat, Cristina Ferro, Kika Magnoni, Patrícia Carvalho, Ricardo Teila, Matheus Petinatti, Nani Venâncio, Walter Santos, Joana Limaverde, Cassiano Carneiro, Carlos Machado, Ed Oliveira, Ed Ximenes, Ricardo Marecos, Anderson Aguiar, Rogério Wagner, Paulo Portes, Nihl Neves, Ataíde Arcoverde, José de Alencar, Chrystianne Pires, Moara Seneghini, Maurício Pereira, Cláudia Petrina, Vera Ferreira,Izlene Cristina, Amanda Pinheiro, Andréia Ribeiro, José Roberto Lopes, Fábio Menescal, Majô de Castro. Direção: Walter Avancini, Ivan Zettel, Lizanias Azevedo, Luiz Antônio Pillar. Direção geral: Walter Avancini.

CURSOS MINISTRADOS DE ROTEIRO DE NOVELAS DE TV - TEORIA E PRÁTICA:

1990:
• Setembro: Workshop no Encontro Nacional de Arte e Cultura, org. União Brasileira de Escritores de SP e Prefeitura Municipal de Registro, Registro, SP;

1991:
• Abril: II Congresso Latino-Americano de Casas de Poetas para alunos de 7ª e 8ª séries do 1º grau, além de 1ª, 2ª e 3ª séries do 2º grau do Colégio Aparecida, Nova Prata/RS;
• Maio: Curso no Centro Cultural Cândido Mendes, RJ; carga horária: 24 horas.
• Maio e Junho: Curso na Faculdade de Comunicações Hélio Alonso, RJ; carga horária: 24 horas.
• Agosto: Curso na Editora Edicon, SP; carga horária: 60 horas.
• Novembro: idem.

1992:
• Setembro: Faculdade do Estado do Piauí (FADEP), Teresina/PI; carga horária: 20 horas.
• Outubro: Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal/RN; carga horária: 20 horas.

1993:
• Junho: Editora Blocos, RJ. Carga horária: 30 horas.

1996:
• Setembro: Casa de Cultura do Butantã - Prefeitura de SP, Secretª Munic. de Cultura, SP; carga horária: 15 horas.


CURSOS MINISTRADOS DE ROTEIRO DE NOVELA DE TV, EM UNIVERSIDADES
E ESPAÇOS
CULTURAIS:

• Setº/1990: Workshop no Encontro Nacional de Arte e Cultura, org. União Brasileira de Escritores/SP e Prefeitura Municipal de Registro, Registro/SP;

• Abril/1991: II Congresso Latino-Americano de Casas de Poetas para alunos de 7ª e 8ª séries do 1º Grau, além das 1ª, 2ª e 3ª séries do 2º Grau do Colégio Aparecida, Nova Prata/RS;

• Maio/1991: Centro Cultural Cândido Mendes/RJ;

• Maio e Junho/1991: Faculdade de Comunicação Hélio Alonso/RJ;

• Agosto/1991: Editora Edicon/SP, duas turmas (manhã e tarde);

• Novº/1991: Editora Edicon/SP, duas turmas (manhã e tarde);

• Setº/1992: Faculdade do Estado do Piauí (FADEP), Teresina/PI;

• Outº/1992: Universidade Federal do RN, Natal/RN;

• Junho/1993: Editora Blocos, RJ;

• Setº/1996: Casa de Cultura do Butantã (Secretaria de Cultura), SP;

• Maio/2005: Mini-curso “Oficina de texto novelístico-televisivo e a experiência em Kananga do Japão”. dentro do Simpósio “Poesia e Pensamento II - A Arte em questão: as questões da arte”, UFRJ, RJ;

• Junho/2005: II Simpósio de Pós Graduação em Ciência da Literatura. Comunicação “Novela de televisão: literatura? As narrativas contemporâneas”. Linha de pesquisa: arte, artifício e transdisciplinaridade. Ementa: Pode a novela de televisão, texto tão desprestigiado por intelectuais e críticos literários, ser considerada como literatura? Por quê não? Por quê sim? Causas do desprestígio do gênero. As possibilidades do texto novelístico-televisivo em uma Faculdade de Letras. O folhetim de Joyce: o work in progress de Finnegans Wake e a obra aberta. A literalidade de um roteiro. O texto televisivo-novelístico e o envolvimento com as questões da pós-modernidade.

• Agosto a outubro/2005: Curso de extensão da UFRJ (duração de três meses): “Novela de TV – teoria e práxis do texto telenovelístico”. Ementa: Pode a novela de televisão, texto tão desprestigiado por intelectuais e críticos literários, ser considerada como literatura? Por quê não? Por quê sim? Causas do desprestígio do gênero. As possibilidades do texto novelístico-televisivo em uma Faculdade de Letras. O folhetim de Joyce: o work in progress de Finnegans Wake e a obra aberta. A literalidade de um roteiro. O texto televisivo-novelístico e o envolvimento com as questões da pós-modernidade. Oficina (em todas as aulas parte teórica e prática).

PELA INTERNET:

Abril/maio 2000: “1º Curso on line" de roteiro de novela de televisão – teoria e prática, RJ. Carga horária: 45 horas.
04 de junho/28 de julho/2001: “2º Curso on line” de roteiro de novela de televisão – teoria e prática, RJ. Carga horária: 96 horas.
13 de agosto/28 de setembro 2001: "3º Curso online" de roteiro de novela de televisão – teoria e prática, RJ. Carga horária: 96 horas.
05 de novembro/22 de dezembro/2001: “4º Curso on line de roteiro de novela de televisão – teoria e prática”, RJ. Carga horária: 96 horas.
• 08 de abril/10 de maio/2002: “5º Curso on line de roteiro de novela de televisão – teoria e prática”, RJ. Carga horária: 96 horas.
A partir de 2003, aulas individuais on line de roteiro de novela de televisão – teoria e prática.

LIVROS DE TV DOS QUAIS PARTICIPA:

“DICIONÁRIO DA TV GLOBO” – Programas de Dramaturgia & Entretenimentos, Projeto Memória das Organizações Globo. Jorge Zahar Editor, RJ. Citação no vol. 1, 2003.

“ENQUANTO HOUVER DANÇA: BIOGRAFIA DE MARIA ANTONIETTA GUAYCYRÚS DE SOUZA, A GRANDE DAMA DOS SALÕES” , de Teresa Drummond, Ed. Bom Texto, RJ (depoimento sobre Maria Antonietta, em Kananga do Japão, fls. 201), 2004.

Na WEB , na área de TV, mantEVE a coluna: “TVez”, no site Roteiros On line e consta da Calçada da Fama (Dirce): http://dirce.globo.com/

5 Comentários:

  • Muito Boa esta Matéria da Entrevista com Leila Míccolis | | Conteúdo riquíssimo e abrangente // Parabéns Doroty Dimolitsas pela bela entrevista...abraço,
    Comendador De Luna Freire

    Por Blogger deluna, às 10:14 PM  

  • Parabéns,
    Dora por trazer aqui uma celebridade e como escreveu um icone...da nossa literatura.
    sou cadastrada no "Blocos on line"...

    SEmpre um prazer imenso ler suas matérias

    beijus gigantes

    Por Anonymous Du Domeneghetti, às 1:05 PM  

  • Amiga Dora!

    Excelente a matéria... como semprwe voc~e foi perfeita na sua entrevista e a Leila dispensa comentários...
    Parabéns!!
    Beijo, beijo
    vava maia

    Por Anonymous vmgmaia@yahoo.com.br, às 4:53 PM  

  • Parabéns Doroty!
    Entrevista sensacional, perfeita.
    Deixo um sincero abraço e um beijo carinhoso a você Doroty.

    Por Blogger Varley Farias Rodrigues, às 6:23 PM  

  • Olá, Doroty!
    Parabéns pela entrevista com a Leila Miccolis, essa ilustre escritora, que nos enriquece e engradece o nosso país através de suas obras literárias.
    "Sem leitura , não há aprendizado."
    Adorei as fotos do encontro em Bento Gonçalves.
    Um beijo com muito carinho!

    Por Blogger Anne, às 1:37 PM  

Postar um comentário

<< Home